mais sobre mim
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009
Ai que eles reagem tão mal...

Sinto-me insultada com os argumentos de quem está a favor do veto

 

A malta do PSD não suporta que lhes deitem em cara que o Veto à Lei da União de Facto foi um acto eleitoralista; mas porquê? Há que saber admitir as coisas!

Adoro aqueles argumentos bafientos, em que se alega que o estatudo da União de Facto foi criado para quem não se queria casar... Há quantos anos? A sociedade evoluiu, e o resultado disso mesmo é que as soluções encontradas pelo estado, para enformar a sociedade, mesmo enquanto Leis, devem acompanhar a marcha da mesma, e procurar a todo o momento repsonder às necessidades dos cidadãos.

Já agora, aproveitando a oportunidade e "dando uma de" bom Veneno samaritano, estes são alguns dos grandes problemas que marcam a actualidade do PSD: a falta de capacidade evolutiva, e o decréscimo de juventude a identificar-se com a "ideologia" política dos sociais democratas. Se calhar está na hora de se renovarem, e de se repensarem internamente, para ver se não acabam como o PCP, que entretano lá vai tentando fazer pela vida... Mas até voltar a encontrar o caminho, que todos sabemos que será sempre bem mais "estreito" que o da social democracia... Tem muito a "andar". Quem mandou ficarem parados no tempo? Também adianto já que Manuela Ferreira Leite nao faz parte da solução mas sim do cerne do problema.

Mas voltando à "vaca fria", e ao veto da Lei das Uniõres de Facto, o que é preciso salientar aqui é que o cidadão eleitor não deve ter a percepção de que está a ser lesado porque há interesses eleitoralistas que se sobrepõem ao melhor interesse de cada um de nós. Isso é a subversão completa do conceito de Democracia. Bem sei que as pessoas cada vez mais de esquecem do que tal significa, mas também sei que apesar da sua memória curta, o povo é sábio, e saberá fazer justiça na hora de votar, nomeadamente em relação ao que vê que lhe tem vindo a ser feito.

Não tenho quaisquer dúvidas que Cavaco Silva é cada vez menos o Presidente de todos os portugueses, e satisfaz cada vez mais uma parcela social menos jovem, e dominada pelos interesses instalados e preconceitos assumidos. Nada de impensável... Mas o que é facto é que Portugal também precisa urgentemente do seu "Obama", que seja um Presidente mais jovem e mais dinâmico do que todos aqueles que temos tido. Eu sei que o espírito aberto também conta, e tem ajudado muito às Presidências, mas esta, além da longa espera que implicou, tresanda a naftalina.

Nunca percebi muito bem a persistência e a insistência de Cavaco Silva na cadeira da Presidência da República. Há quem não deisista, nem mesmo depois de perder! Isto só prova que a existência de qualidades pessoais como a auto-estima e a preserverança; que tanto podem ser uma coisa boa como podem ser uma coisa má, basta serem demais, como é o caso!

Se temos tido interessantes momentos de Cavaco Silva, também temos tido outros, como este veto à Lei das Uniões de Facto , que me deixam desconfortável. Tenho a sensação que para além dos preconceitos pessoais, estamos perante uma acção desnecessáriamente negativa, e de propósito eleitoralista, o que a mim me choca porque veio do Presidente da República... Que posso fazer se tenho esta "mania" de ter fé na imparcialidade das pessoas, e na dignificação dos cargos públicos que ocupam? Depois passo o tempo a ter decepções!

sinto-me: Descrente...
música: José Malhoa - Aperta com ela (LOLOLOLOL)
publicado por Conventodaalma às 10:06
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009
Contra o Veto do Presidente à proposta de lei da União de Facto

 

 

Detesto os "profetas da desgraça", em todos os campos e áreas. Tenho para mim que esta nova Lei teria simplificado e muito as coisas, mas também admito que teria "estragado" e muito o negócio dos casamentos.

O facto das pessoas em união de facto obterem o mesmo tipo de direitos que as casadas não é nenhum problema, muito pelo contrário. Quem não quer assumir compromissos e relacionamentos, não se coloca a si mesmo numa situação de união de facto! Abomino que o casamento seja um contracto civil assinado por ambas as partes intervenientes, onde só era suporto existir amor... Esse imagem destrói tudo o que há de belo no acto do casamento. O casamento deveria ser apenas um papel, e nada mais... Direitos, deveres e obrigações isso cada um que estipule na sua casa, e se quiser muito, afixe uma lista à porta.

Claro está que tudo o resto deveria estar pré definido na lei da União de Facto, que deveria substituir em tudo, menos no acto de celebração e união de duas pessoas, o casamento. Deveria ser instituído o regime de comunhão de adquiridos na mesma, tal como já o é caso os nubentes não se pronunciem, e só as pessoas que discordassem é que o deveriam ir alterar, de sua livre e espontânea vontade. Pensões e afins deveriam estar pré atribuídas por defeito à cara metade; uma vez que de outra forma ficam para o Estado.

Acho que era isto mesmo que a sociedade civil pretendia, e neste sentido o Governo até ia ao encontro das aspirações da mesma. Vetar esta lei, a meu ver, foi algo com um propósito eleitoralista, de marcar já trilhos diferentes dos do PS... Mas é tão feio isto ter partido do próprio Presidente da República, que me recuso a acreditar, apesar do que os factos apontam.

Esta proposta de lei agia de boa fé para com o cidadão, mostrando aquilo que o Estado tem de melhor, e que por vezes não se percepciona. O Estado não cego, surdo e mudo, como os três macaquinhas, nem sequer existe para punir e cobrar. Apesar de muitas vezes o Estado não estar à altura das suas obrigações para com o cidadão, nomeadamente no que concerne a subsídeos de desemprego, por exemplo, descurando muitos que se encontraram um dia na precariedade dos recibos verdes, e não poucas vezes ao abrigo de infracções do próprio Estado, não lhes dando qualquer apoio porque tinham actividade aberta; bem como no que diz respeito ao serviço nacional de saúde, ainda que universal e gratuito funciona mal... Mas o Estado é antes de mais e acima de tudo, uma Pessoa de bem, que age, ou deve agir, no sentido do cumprimento dos interesses do cidadão.

Não me parece que os interesses do cidadão tenham sido salvaguardados com este veto do nosso Presidente da República. A meu ver estes interesses não foram sequer tidos em conta. Muitos cidadãos, como eu, não concordam com a imagem do casamento enquanto um contracto civil entre duas pessoas... Isso é quase o mesmo que dizer que cada um de nós é fruto de um contracto com os nossos próprios pais que ninguém nos perguntou se queríamos assinar! Como é evidente um recém nascido não pode ser investido de tais "poderes", e não pode executar qualquer "façanha"; mas lá que é uma idiotice igual, é...

As coisas são muito simples, quem desejasse renegar ao estatudo da União de Facto, bastar-lhe-ia não evocar o mesmo... Para quê complicar? Se a Lei da União de Facto tivesse sido aprovada, todos estaríamos bem mais satisfeitos e felizes.

A instituição matrimónio não deixaria de existir enquanto celebração, e nesse sentido, acredito até, teríamos muito mais gente a celebrar o matrimónio, cujo estatuto jurídico já estaria salvaguardado na Lei. Sem ter que olhar para o casamento como uma "empresa", o que custa, para não dizer que até dói, muito mais gente estaría casada, e muito provavelmente até nasceriam mais bebés!

O casamento religioso, por exemplo, que para muitos não faz qualquer sentido, entre os quais me incluo, é que se calhar saia ainda mais a perder disto tudo... Se é que tal coisa ainda é possível! Ou então não... Com esta simplificação das coisas até haveria mais disponibilidade de ideias para ir até uma Igreja; porque não? Agora que penso nisso... Se calhar até era um "empurrão à coisa".

 

sinto-me: A ver fazer asneira... Irrita!
música: Dixie Cups - Chapel of Love
publicado por Conventodaalma às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
pesquisar
 
posts recentes

Ai que eles reagem tão ma...

Contra o Veto do Presiden...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags