mais sobre mim
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008
Greve com 95% de protestantes/ aderentes

 

 

Hoje assistimos a mais um momento em que batemos recordes. Não sei porquê mas começo a desconfiar que este Governo vai acabar por ir parar ao Guiness Book of Records! Não é para todos, não senhor e, nem sequer está ao alcance de "qualquer um", sendo esse "um" a "pessoa colectiva" Governo!

Somos de facto os maiores, nem que seja na dimensão das greves. Em Lisboa abriu uma escola com 1 professor, bem haja a alminha que deve estar contratada a termo e com medo do desemprego; nem se atreveu a protestar! Noutras escolas pelo país fora os "bons exemplos" sucedem-se... Uma escola em Coimbra teve 7 docentes dos cento e tantos que a povoam, bem como uma outra no Porto contou 3! O Districto da Guarda e Viana do Castelo tambem aderiram massivamente, e nem o mau tempo os assustou! Parece que realmente alguma coisa mudou desde os meus tempos de estudante... Os Professores já não encolhem à chuva.. É que durante anos e anos foi a única explicação encontrada por mim e por muitos outros colegas para o nível de absentismo desta classe.

Foi bonito de se ver, mas ao contrário do pós 25 de Abril, o povo unido em 2008 pode muito bem ser vencido. Como diria Sócrates, tudo isto "faz parte da grande festa da democracia", e como não há festa nem destança a que falte a Sr. D. "Constança", lá está a nossa Ministra da Educação a marcar presença, educadamente...

Não vale a pena continuar nesta base... Uns não querem ser avaliados, os outros querem avaliar à viva força! Até pode ser que o modelo de avalição não seja perfeito, mas a Democracia também não o é, nem nenhum de nós o é... Partindo do pressuposto que este modelo de avaliação seja tal e qual a própria democracia... O pior regime à excepção de todos os outros, mas por algum lado temos que começar.

Toda a gente já foi avaliada injustamente, por alguém que não simpatizou conosco, por alguém que não percebeu as coisas como devia de ser, por alguém que pretendia beneficiar outrem... Enfim, basta dizer que todos já fomos alunos, e muitas vezes como profissionais temos os mesmos cenários. Não há perfeição... Os Professores são muitas vezes injustos com os alunos, verdadeiros tiranos, autênticos "monstros"... Algum dia haveria de chegar a vez deles.

Já nos empregos é mais complicado! Se quem nos avalia não gosta de nós não há apelo nem agravo, é até nos tirar de onde estamos ou, o permanente braço de ferro! Cnstantes da vida... Avaliações e injustiças; que fazer? Claro está que o ideal era não existirem para ninguém, nem para os Professores, mas já que existem... Não me parece justo que uma classe se emiscua de todo de um procedimento mais que implementado e normalizado nas sociedades hodiernas: a avaliação de desempenho.

É muito feio aquilo a que estamos a assistir neste país e a nível internacional, mas não precisamos piorar o cenário, dramatizar ainda mais as coisas. O que está aqui em questão não é mais que uma recusa ao acto de ser avaliado e não podemos compadecer-nos nem da postura do Governo e da Sra. Ministra nem do despropósito da aversão à avaliação... Eu diria que a "verdade" mora, algures, como sempre, no meio destes dois pontos de vista que neste momento, e lamentávelmente, parecem antagónicos.

sinto-me: No Coliseu
música: high School Musical Soundtrack (LOL)
publicado por Conventodaalma às 16:21
link do post | comentar | favorito
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags