mais sobre mim


Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011
Eleições

 

 

 

 

 

Como devem ter reparado, e ao contrário do normal, abstive-me de comentar fosse o que fosse acerca das eleições Presidenciais. Os dois "reais" candidatos à vitória, ambos, são para mim bloqueios éticos e morais, logo... Não valia a pena estar aqui a falar mal de parte a parte, mas ainda assim, tenho maiores objectores de consciência no que concerne a Cavaco Silva do que a Manuel Alegre.

Resta-me dizer que, dada a abstenção, que é maravilhosa, ascendeu a níveis nunca mais vistos desde 1976... Da próxima vez que houver um assalto desjo que os polícias que guardam a casa de Cavaco num pacato fim de mundo algarvio estejam por perto... Já que eu os pago mesmo... E que quando eu vender uma casa para comprar outra, possa declarar apenas um terreno para construção. Gostaria também de comprar acções com tratamento preferencial e de as vendes da mesma forma. Se for possível, também quero que os meu amigos que cometam crimes contra o Estado possam ser despedidos por Aníbal Cavaco Silva, e readmitidos por ele como Chefes da Casa Civil. Além disso, quero um terreno para plantar laranjeiras e dar laranjas aos pobrezinhos, porque rosas não se plantam nas propriedades do Sr. Silva, são coisas muito socialistas.

Posto isto, relembro todos os abstinentes que caso tivessem ido às urnas e exercido o vosso direito de voto em branco... Este senhores TODOS, leia-se Cavaco, Alegre, Coelho, Moura; etc., não se poderiam nunca mais voltar a candidatar a este cargo. Limpavam logo, com a força do vosso voto, o que anda a vegetar por ai! Mas não, o conforto da poltrona é mais forte, não é?

Depois não me lixem com protesto que há desemprego, que os preços estão pela hora da morte, que os empréstimos sobem, que a miséria aumenta, que há faltas básicas, que isto, aquilo e o outro... Santa paciência! Vocês merecem!

Costumo acreditar que cada país tem o Presidente que merece, mas Portugal é a excepção... Portugal tem o povo que nenhum solo merece! Raios... Parece que gostam da actual situação!

A mim também me custou. De onde eu sou também há frio! O vento soprava "a plenos pulmões" onde moro, e olhem que noutros pontos da cidade nem por isso... E eu fui. Poderia acrescentar ainda mais condicionantes, mas a consciência cívica que deveria ter um forte pendor deveria ter funcionado. Onde anda o gosto pela Liberdade, a paixão pela Democracia, o amor às artes Políticas? Ha! Já sei... Morreu com o 25 de Abril de 1974 depois da suposta liberdade conquistada! Somos um fracos, uma fraude, uma vergonha, uma triste caricatura apagada de nós mesmos! Sinto vergonha; tenho neste momento imensa vergonha. Acho que não sou digna, que o meu país não é digno de mim. Nada posso fazer para inverter esta tendência; os que a alimentam fecham bem o cerco, e muitos caem na mediocridade geral gerada por todos estes.

Falhei! Muito... Se até hoje não consegui que tantos que passam por aqui, por este espaço, se mexam para ir às urnas em dia de voto. Não consigo acreditar. Será mesmo verdade? Será real o que ouvi? A abstenção foi mesmo de mais de 50%? Então nem os resultados deveriam ser vinculativos; deveria haver, pela via da força, uma segunda volta.

Como é que é possível que o homem que criou a AMI não tenha obtido mais de 14% dos votos?????????????????????????

Estou farta, fula, furibunda... Irada com todos vós! Eu sei que a Democracia supostamente nos dá o direito democrático da desresponsabilização, a que tão pomposamente chamamos abstenção; mas isto é demais!

Sou a favor do voto obrigatório, como no Brasil. Aliás, digo-vos mais... Sinto-me cinzenta, bafienta, Salazarista! Um país deve ter o direito à Democracia, sim, quando demonstra maturidade e capacidade de escolha. Mas se todos vemos que esse mesmo país não sabe nem escolher o que é melhor para si, nas urnas, então mais vale ter um Salazar no poder. Agora sim, compreendo como nunca a razão de Salazar ter sido eleito o melhor português de sempre. É muito mais fácil ser ovelha, parte integrante do rebanho, que ser pastor. É muito mais simples fazer de conta que não é nada connosco. Para que a responsabilidade de ir votar? Afinal quando correr mal também é com todo aquele que votou; por isso é mais fácil ser irresponsável. Pois claro; então não?

As Presidenciais de 2011 foram para esquecer! Como é que pode nas únicas eleições em que elegemos efectivamente aquele "fantoche" em que votamos... Nem nessas conseguimos acalmar esta onda de quero, posso e por isso não vou! Birras meus caros? Birra quando nos aumentam os impostos ou nos retiram as poucas regalias sociais que ainda temos... Mas porque será que ai só vejo gente impávida e serena? Vai-se-vos a convicção?

Não vos perdoo!

Pela primeira vez ponderei encerrar este cantinho! O meu sincero detesto-vos neste momento... A todos os da abstinência é claro!

 

Preciso mesmo de me acalmar.

sinto-me: São todos uns ingratos
música: Gritos... Muitos...
publicado por Conventodaalma às 10:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Setembro de 2009
Mas afinal, quem ganhou as legislativas?

 

Devíamos mesmo ter um papel mais activo no combate à abstenção... É um facto!

 

 

Foi o PS.

Eu adoro este país, a sério… É o único país no mundo que conheço que, regra geral, e manda a tradição, que ganhe toda a gente menos o partido “do poder”, que foi democraticamente eleito, e que vai efectivamente formar Governo. Assim sendo, ganhou o CDS-PP, ganhou o BE, ganhou o PCP e caso raro e nunca visto, perdeu o PSD (literalmente), e o PS…

Esmiuçando a situação: esperava-se muito mais do PSD, ou não fossem os inesgotáveis tiros nos pés que se deram uns aos outros, e os disparates que Manuela Ferreira Leite andou a proferir, e talvez o cenário tivesse sido outro. Portugal já não é tão tacanho como há 10 anos atrás, felizmente. Já não é com o discurso de não se fazer obra para se ir gastar em “coisinhas” que se vai a algum lado. Não é introduzindo como tema as coisas que a pouco e pouco se pretende eliminar que se enganam os tolos com papas e bolos… Isso já lá vai! Estes factos deixam o Veneno feliz. Houve responsabilidade na hora de votar, ainda que de certa forma, muitos votos tenham ido parar ao CDS-PP e isso seja minimamente preocupante, não foi assim tão significativa esta flutuação da votação.

O PS perdeu a maioria absoluta, mas não perdeu as eleições, de forma nenhuma; aliás. Para o que se esperava, eu arrisco dizer que o PS obteve uma vitória expressiva, significativa e “esmagadora”. O PS foi o partido onde mais portugueses votaram e vai formar Governo, logo o PS ganhou as Legislativas em 2009.

O PCP apesar de ser a quinta força política e a menos votada das cinco com assento Parlamentar, consegue mais um deputado que em 2004, logo, está também feliz, apesar de ter perdido imenso eleitorado para o BE e os seus estranhos planos de nacionalizações (que me recuso sequer a comentar ou acerca dos quais não me atrevo a tirar mais elações).

O CDS-PP, ex-partido do mini BUS e do Táxi… Vai agora precisar de mais Táxis… Quem sabe até de um Mini Bus maiorzinho… Obteve uma votação muito interessantes apesar dos “cachuchos e linguados” que Paulo Portas insiste em dar por ai, ainda há quem não tenha sido “vítima dos mesmos” e vote nele!

Quanto à abstenção, eu diria que forma uma espécie de “Governo Sombra” mil vezes que pior que aquele que reúna na rádio… Se calhar José Sócrates devia nomear um representante da abstenção, e propor ao Presidente formar Governo juntamente com esta parcela.

Quanto ao fantasma da ingovernabilidade, acho que está na hora de nos descartarmos do mesmo, de uma vez por todas. De tantos Governos que temos tido, a maioria não era absoluta à excepção de três deles, creio eu, e nos últimos anos tem-se ganho uma interessante consciência da realidade, e tem havido responsabilidade suficiente para não se fazer cair o Executivo em Funções; garantindo assim que a vontade do povo, democraticamente expressa é respeitada. Não há-de ser nenhum fim de mundo… Tudo se há-de resolver, e o Governo há-de fazer aquilo para que foi eleito: Governar!

 

sinto-me: Adoro a inocência desta gente
música: Outlandish - I Only Ask Of God
publicado por Conventodaalma às 15:12
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009
Europeias

Da próxima

Antes que algum "bando de malucos" venha defender que não vale a pena continuar a dispender dinheiro público em eleições, nas quais, ninguém vai votar! A bem da democracia e da Nação!

 

Quem não votou perdeu uma grande oportunidade... Então há umas eleições que servem para mandar uns quantos tipos lá para fora e nem nos damos ao trabalho de ir lá votar???? Parece mentira!

Eu bem sei, eles decidem... E coisas importantes... Mas pelo menos estão a uma distância que pode ser considerada "de segurança"; uma vez que não estão já aqui!

Os resultados foram os esperados e nada impressionantes! Como sempre ganhou a abstenção... Isto num país que se fez uma Revolução pela pluridariedade partidária e pelo privilégio de se poder ir às urnas votar livremente. Quase me apetece perguntar para quê... Infelizmente! Pode-se aplicar a célebre expressão de Salgueiro Maia do "estado a que chegámos", mas este "estado" é mesmo apenas o estado de coisas, antes od 25 de Abril é que remetia para o Estado entidade e estado de coisas. Digamos que somos um povo que me leva a questionar se merecemos uma democracia...

A meu ver, para muita gente se plantássemos um novo "Salazar" sem PIDE e sem ultramar no poder era a perfeição idilica... Isto deixa-me completamente revoltada, avariada... Sem palavras!

O que foi feito das gentes de opinião e vontade que se fizeram anunciar? Para onde sopram os ventos de mudança? Que gente "mole" é esta a quem não importa sair do seu canto, desde que haja quem faça por eles?

Não percebo a realidade que me rodeia e onde vivo! É triste! Sinto-me completamente revoltada e ultrapassada pela infelicidade de um páis, com um povo destes! Nem seuqer sei se temos o páis que merecemos. Direitos venham eles, obrigações, ao que parece, não são mesmo conosco!

Em síntese, o PSD sai vitorioso, com 8 deputados eleitos, seguido pelos 7 do PS, pelos possíveis 3, de momento 2, do Bloco de Esquerda, decisão para a qual se aguardm os votos dos emigrantes, 2 do CDS-PP e PCP-PEV que elegeu outros 2...

Não há muito para contar... Vital Moreira ainda tentou puxar a campanha ao assunto a que remetia, a Europa, mas a "concorrência" não ajudou e não deixou, o que fez com que o homem ficasse, de certo modo, sozinho, a "pregar" no deserto; mas valeu a intenção.

Tudo o resto e de um modo "europeu" em geral, as eleições rondaram mais a crise e os affairs internos do que própriamente a União Europeia, que ao que parece, enquanto dado adequirido não deixa muito espçao para "debater".

O CDS sai como a maior força política europeia, seguida pelo centro direita em peso... Uma tendência "normal" no velho continente.

Manuela Ferreira Leita anda eufórica, em cinzentos "berrantes", fora de si... Mas não vale a pena cele brar tanto, a coisa volta ao lugar nas Legislativas. Convenhamos que se o PS não tivesse avançado qualquer candidato, eventualmente teria obtido o mesmo número de votos ou mais... Dá vontade de rir não dá? Só que não dava para não avançar ninguém, e como tal... A história fala por si; foi o que se viu!

Não quero falar acerca da abstenção, sinto-me mal com ela, sinto que traímos tudo o que nos devia de ser sagrado enquanto cidadãos... Cada vez que há um Referebdo, que há eleições, só não deve ir quem não pode mesmo... Quase apetece usar a medida brasileira... O voto é uma obrigação porque o cidadão, sozinho por si não é responsável... Até pode ir lá votar em branco, que significa que não se identificou com projecto algum... O que é completamente diferente do voto nulo de quem vai às urnas brincar com a tropa... Mas devemos sempre ir, para não deixarmos os novos deveres por cumprir, e acima de tudo, para não deixar-mos por mais alheias o governo dos nossos destinos enquanto estado nação. Trata-se de nos dar-mos a nós próprios o direito de escolha, e a "esculpirmos" o amanhã que desejamos. É muito importante mesmo ir votar.

sinto-me: Sem palavras... Não dá...
música: O voto a cair na urna
publicado por Conventodaalma às 14:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
pesquisar
 
posts recentes

Eleições

Mas afinal, quem ganhou a...

Europeias

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
2 comentários
1 comentário
subscrever feeds
tags

todas as tags