mais sobre mim


Terça-feira, 5 de Julho de 2011
Ser-se a melhor do mundo...

 

Aqui há umas semanas, numa das muitas facetas da minha vida, achei por bem comprar o livro de umas espécie de apregoada super mulher, e na esperança de poder aspirar a ser um tanto ao quanto tão boa quanto ela é, revirei o livro de fio a pavio, e comecei a anotar coisas que poderia fazer quando a oportunidade surgisse.

Apesar da minha "cena" ser a gestão, não dou grande gestora de tachos, panelas, sobras, aproveitamentos, dispensas ou frigoríficos; e porquê? Não é que estrague, é simplesmente porque passo a vida a inovar. Ando sempre com ideias na cabeça e novidades prontas a sair.

Na minha "angústia" para que um dia me achassem quase tão competente quanto eu imaginava alguém poder ser, li o livro. Não fiquei muito convencida de que era aquilo que eu própria queria ser; de longe... Léguas... Anos luz... Pelo menos a alguns níveis. Não censuro ninguém, admiro até quem se consegue auto promover desta forma; mas também informo desde já que, para quem possa sequer vislumbrar a que "obra" me refiro, que nunca me esqueci de nada que tenha ganho larvas... Um ponto para mim!

Depois disto não desisti e pensei para comigo: "vá lá, não te deixes intimidar, há muitas formas de se ser "perfeita" nas nossas imperfeições, e se juntares ao que dispões ainda mais o contributo desta "traquitana" toda, vais certamente ser muito melhor". Posto isto, eis que sobram uns pedaços de frango assado lá em casa e eu, qual maníaca, pego no livro e arremesso lá na " palhota" que vou fazer uma receitazinha. Suponho que já lá tivessem andado ratos a espreitar, ou talvez não... Talvez lhe advenha do facto de já me conhecer... Ouço no fundo do corredor a pergunta tipo: "mais o que é que vais fazer, afinal?". Triunfante, pego no livro, abro, leio, e informo a quem de direito dos meus planos. Tal não foi o meu espanto quando ouço a mesma voz dizer: "mas porque raio é que vais fazer isso se eu gosto muito mais da forma como tu costumas fazer?".

Senti-me a melhor do mundo; sério! Podem trazer a coroa por favor? E o ramo das flores, ainda se arranja? Já agora, não querendo parecer exigente... Uma faixazita, com inscrição, pode ser?

Posto isto, e até novas indicações, arrumei com o livro!

Conclusão: ser-se a melhor do mundo depende de onde estamos, com quem estamos, e de certa forma, "a que horas estamos"...

 

"E esta hein?"... Diria Fernando Peça.

 

Obrigada, nem imaginas como me fizeste sentir! Se mesmo com "a onda" que por ai anda tu preferes-me a mim, então eu devo ser mesmo a melhor do mundo; pelo menos para os que mais me importam.

sinto-me: Miss Me
música: Iz - Somewhere Over the Rainbow
publicado por Conventodaalma às 08:59
link do post | comentar | favorito
|
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags