mais sobre mim


Quarta-feira, 20 de Abril de 2011
Risco Político e de Comoção Civil em Portugal é Notícia?

A sério... Jurem senhores jornalistas... E os caríssimos da Aon também, até porque era mesmo necessário um estudo para se saber isto? La Palice teve uma grande virtude, disse as maiores verdades sem recursos a "base científica" a não ser, o já popular conhecimento primário e empírico... O nosso tão estimado "saber de experiência feito", nas palavras de Camões, que certamente são em melhor aplicadas que as minhas.

Há quanto tempo o Veneno alertou para estes "fenómenos" sociais e para os riscos que certas posturas acarretam?

Volto a dizer que há que ter muito cuidado, estar alerta, não nos podemos manifestar por tudo e por nada. Temos que ser comedidos. Há que pensar que por muito má que a nossa situação nos pareça há sempre a possibilidade de haver quem esteja bem pior do que nós.

Há que perceber que a nossa contextualização no tempo e no espaço não favorece a nossa "causa"; a crise está instalada e "engorda"! A nossa dívida Soberana (de Estada) é grande e o financiamento custa-nos caro. As oportunidades a nível interno não estão a concretizar-se e as coisas vão mesmo de mal a pior.

Não somos evidente uma nação de gente com "pelo na venta", não somos os franceses nem os gregos e não temos qualquer aspiração a partir a "casa" toda! A convulsão violenta e manifesta não é lá muito connosco. Acho que nem que nos fechassem os bancos temporariamente, nós reagíamos que nem latino-americanos. Continuávamos impávidos e serenos na nossa "aldeia global".

Falta-nos aquilo que é preciso. Já conspiradores, essa raça "mais fraca", encontra-se um em cada esuqina. Não vale a pena tentar perceber; está nos genes provavelmente! Para nos existe uma "espécie de determinismo" que nos faz acreditar que o resultado de tudo isto é aquele que for, independentemente da nossa postura. Não acreditamos muito na nossa capacidade de mudar o nosso próprio destino.

Não vou continuar com estas considerações. Somos obviamente gente de acção, empreendedora, mas não somos "manifestantes/ protestantes"; não temos uma juventude que tenha por veia destruir sem ser repreendida. Aprendemos bem o legado do Estado Novo, não haja dúvida. Entranhou-se-nos... Até porque já éramos assim... Foi apenas uma "consideração" fácil e que induz em erro!

Sim, estamos em risco de revoltas e convulsões sociais mas nada de partir montras nem incendiar carros, que a propriedade de terceiros é para ser salvaguardada e a nossa polícia de pacífica (grega ou francesa) também não tem nada. Se é para dar... Há gente investida de poder e que enverga um uniforme. Já nem vamos falar de colocar militares na ruas, que isso sim, acabaria com as animosidades em instantes, a menos que estivessem contra o poder instalado. Lá está, desde que do suposto lado da "ordem", não se faz farinha facilmente cá pelo "burgo"... Mais uma vez o nosso gosto pela ordem, pela propriedade... O nosso lado "sulista"!

Nem vale a pena tentar entender este Estado Nação; somos mesmos atípicos e únicos no mundo. Somos os "special ones"!

sinto-me: On how life is...
música: Zeca Afonso - A Formiga no Carreiro
publicado por Conventodaalma às 10:30
link do post | comentar | favorito
|
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags