mais sobre mim


Terça-feira, 29 de Junho de 2010
Um estranho silêncio

Pois foi, caros leitores e amigos, estão repletos de razão. O veneno esteve remetido a um estranho silêncio, sobretudo tendo em conta que José Saramago faleceu... Podia dizer-vos que o silêncio se tratou de uma homenagem a quem sabe realmente escrever, mas nem sequer foi o caso...

Podia partilhar convosco, por aqui, muitas histórias de "alcofa"... Mas isso ficará para outra oportunidade, quem sabe num outro blog... Num outro momento no tempo.

Há acontecimento que se sobrepõem a tudo, nomeadamente a vida e a morte... Não entraremos em dissertações acerca desta dialética. Fiquei sem dúvida com pena que José Saramago já se tenha ido; afinal era o nosso único Nobel da literatura, e estava vivo! Num pátria de Humanistas, onde prolíferam poetas e escritores, parece mentira como é que só um dos nossos grandes e sonantes nomes foi laureado com esta distinção. Não consigo ultrapassar o episódio de Miguel Torga não ter recebido o Nobvel, acho que se prende sobretudo com este episódio, a minha humilde opinião.

Para sempre fica a obra e a obra é aquilo que, de facto, perdura para além do homem! O homem, José Saramago, já faleceu, e do que de mais físico e corpóreo existe, nada ficou entre nós; mas os seus livros, traduzidos em inúmeras línguas, e cujas temáticas, nalguns casos, são tão polémicas quanto apetecíveis,  perduram entre nós, para sempre, se a eternidade em termos de registo for alcançada no nosso tempo ;)

Para quem nunca leu, presumo que haja muita gente ainda, recomendo vivamente que se esqueçam da tal histórias de que não tem pontuação, isso é um "figura de estilo cliche" de quem nunca leu Saramago. Não tem, de facto, pontuação, mas também não precisa. Supreendente, não é? Se não estão a perceber o que digo, não esperem mais tempo, nem se gastem a ler este humilde bloguinho... Peguem num livro de Saramago e desvendem o mistério, e o mistério, caros leitores e amigos, prende-se com a cadência...

 

Apetece-me terminar este posto com uma expressão apenas...

 

"Mote e voltas"...

 

Até Sempre Saramago! Bem hajas por essa fantástica escrita. Lamento apenas por todas as pessoas que não compreendem português e têm que ler a obra traduzida, pois o Veneno está mais do que certo que nunca terão a ideia sequer, nem a dimensão, do que estão a perder. O texto original é, em todos os casos que conheço, "estupidamente" superior à tradução. É a cadência meus caros leitores e amigos, é a cadência...

 

sinto-me: As minhas condolências...
música: Ficamos com o silêncio porque ele sabia usar a palavra!
publicado por Conventodaalma às 15:50
link do post | favorito
|
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags