mais sobre mim


Segunda-feira, 26 de Abril de 2010
A Grécia: um exemplo a não seguir até na falta de humildade

 

Não somos garantidamente a nova Grécia, não nos arrastámos no lodo da bolha imobiliária americana, e mais... Não admito que os gregos nos apontem o dedo e digam que "somos nós a seguir"! Só por esta atitude e por acharem que somos efectivamente obrigados a ajudá-los, não me apetece que lhes demos ajuda nenhuma. Porque não vão agora ter com os amiguinhos americanos? Não vou dizer que vendam ilha... Isso é derrotista para uma nação! Mas digo-lhes claramente que o que investem a pedir que vos "paguem" para errar, pode ser investido a "remendar" erros, e com isto digo-lhes muita coisa mesmo. Digo-lhe que se o Reino Unido podia estar em Guerra a deitar libras à morte,também as podia investir a fazer estradas, pontes, tratados, escolas... Ponham os olhos no velho e interessante exemplo europeu.

Os alemães que se supõe, irão entrar com a maior fatia do bolo, devem ponderar se o querem fazer. A Grécia não assume a atitude humilde que lhe compete, e como tal, mesmo arrogantes e de orgulho ferido, devem enfrentar as faltas que demonstram por si, porque até lá não as saberão emendar. Penso que precisam aprender uma lição, que começa na humildade e não ni levantar o dedo indicador em riste ao país do outro lado da União Europeia, que tanto ao que sei, ainda lhes faz o especial favor de ir para lá fazer turismo, com a sua falta de dinheiro. Por mim, a Grécia é uma destino a riscar... Só uma pátria de gente comezinha e mesquinha se preocupa mais em apontar dedos e querer assustar do que em sair do "poço sem fundo" em que se enfiou sozinha, sem a ajuda de quem querem apontar.

Não lhes admito! Gregos de um raio... Não lhes tenho respeito algum... Maldade da vida terem sido o berço do classicismo, da Grécia antiga... Coisa que se desfez, pois então... Com gente desta, um dia, não sobrará nem uma nação; a não ser que os salvem; e eu, meus caros não estou nessa disposição. Ninguém me aponta o dedo a pedir socorro; quando muito entendem-me a mão... E o meu país como país de bem que é, vendo a mão estendia, estende a sua, em auxilio, nunca condenando, nunca olhando de alto abaixo, simplesmente respeitando e reerguendo.

Que foi feito daquela civilização elevada? Ecléctica? O que aconteceu ao modelo de democracia ateniense, onde as pessoas se respeitavam e os dedos não se apontavam para pedir ajuda ou clemência? Até aprenderem a ser humildes e a estenderem a mão... Não quero nem ouvir falar dos problemas desta gente que aparentemente prefere a ofensa ao arrependimento e à boa intenção.

Contem agora com os americanos, ele mascaram números na perfeição... Só acho é que não cunham moeda falsa para resolver o vosso problema.. Ainda assim mantém-se uma próspera nação... Batam-lhes à porta se fizerem o favor, que eu por cá, não quero ter nada de nada a ver com isso! O caso com estes contornos, tornou-se numa aberração.

 

Não somos adeptos dos "regimes de clientela" da democracia ateniense, sobretudo quando os "clientes" que precisam da nossa boa fé para viver são insurrectos, mal criados pouco humildes, arrogantes e nada gratos.

 

Era muito diferente a cidade-estado que me ensinaram na escola... Para onde foi o rasto desta gente civilizada e superior?

sinto-me: Em busca da cidade-estado...
música: O som de uma lira
publicado por Conventodaalma às 11:33
link do post | comentar | favorito
|
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags