mais sobre mim


Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009
O problema das escutas para Cavaco

 

Tenho para mim que todos avaliámos mal esta questão das escutas. O que importava aqui, antes de tudo, era se efectivamente teriam existo escutas ou não. Ao que parece,já se clarificou e apurou que não.

Mas qualquer das formas, tendo ou não havido escutas, houve crime contra a Estado; isto porquê... Porque o Presidente da República é o Estado em si, e não um Governo, e se alguém escuta o estado, traí a pátria. Se ninguém escuta o Estado, mas há alguém que atenta contra o Estado na base da calúnia e da infâmia, está na mesma, a cometer um crime contra o Estado.

Bem sei que vivemos num país onde o crime conra o individuo assume contornos mais gravosos e tem penas mais pesadas, de uma forma geral, que o crime contra o Estado, o que não quer dizer que este possa passar em branco.

Mas entretanto, e para que se apurem responsabilidades... Onde está o causador do prejuro? Quem levou o Presidente da República a proferir aquele discurso que me faz pensar que quem disse aquilo só tinha como alternativa demitir-se? Quem fez com que Cavaco disse-se que emails trocados entre dois jornalistas e um ex-assessor que era assessor à data tinham alguma coisa a ver com email pessoal dele? Que grande confuão! Já agora, onde estava a pessoa que escreve os discursos do Presidente da República, de férias? É que aquilo que o Presidente leu era uma espécie de discurso modelo "Parodiantes de Lisboa"... Não se compreende! Se calhar é melhor o Presidente procurar alguém que lhe escreva discursos de forma conveniente... Como aquele rapazito cheio de talento, cuja profissão é colocar os ideais que partilha com Obama por escrito, para que Obama os emita foneticamente... Não estamos aptos para fazer de tudo, e aqui se prova isso mesmo, que quem escreveu o discuros de Cavaco, não se encontrava no seu juizo perfeito, ou caso se encontrasse, não sabe o que diz...

Entretanto, o discurso de Cavaco serviu para o Veneno, isto a título individual, retirar uma conclusão... A "política de verdade de Cavaco" é igual à de Manuela Ferreira Leite... Com que então Cavaco não faz ideia de quem será o assessor de quem se fala, além do seu ex-assessor... Pois sim... E o Veneno é a Madre Teresa de Calcutá!

Isto é tudo tão profundamente feio e triste!

Há! E só para que conste, retiro aqui, linha por linha, o elogio que teci a Cavaco quando surgiu pela primeira vez a "opera bufa" das escutas, onde achei a imparcialidade e o silência do Presidente brilhantes. Revelou uma isensão e um discernimento que afinal, não tinha! Foi tudo fogo de vista! Que decepção...

 

sinto-me: Deprimente e revoltante
música: Pedra Filosofal...
publicado por Conventodaalma às 12:55
link do post | comentar | favorito
|
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags