mais sobre mim


Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008
Zara Home e o drama da factura

Hoje, tal como muitos portugueses, dirigi-me à Zara Home , numa grande superfície comercial, o Colombo, onde fui adquirir roupa de cama. Ao chegar à caixa solicitei a factura, ao que a jovem que se encontrava na loja reagiu com certa normalidade... Quando digo certa, quero dizer que a "normalidade" como a entendem não foi mantida.

Disse à jovem que o grupo Inditex ao qual a Zara pertence devia emitir facturas no acto de pagamento e não só após a solicitação do cliente. Ela acenou que sim... Mas pouco convencida. No seguimento da conversa eu disse-lhe que vendas sem factura levavam à evasão fiscal e a meu ver o grupo Inditex factura o suficiente para não precisar de "roubar" esses pequenos "nadas" que são os impostos.

O melhor vem agora... Inferência da moça: "Mas pede factura só para a Zara ganhar menos?"... Provavelmente indignada por querermos obrigar quem lhe paga o salário a pagar impostos. Após várias tentativas frustradas de lhe explicar o porquê, inclusivé nbsp;da parte de outras pessoas, acabei por lhe dizer que pensasse de outra forma, que reparasse que ela é obrigada a fazer todos os descontos e a pagar todos os impostos referentes ao ordenado dela, que provavelmente não é nenhuma fortuna, e assim sendo não havia razão para a Zara não cumprir com as obrigações dela.

Disse-lhe em jeito de brincadeira que se podessemos escolher preferíamos que os empregados da loja pudessem deixar de pagar impostos, e não a Inditex ... Ela riu e disse-me apenas que não percebia nada disso, mas que posto assim, parecia-lhe até aceitável eu querer uma factura.

Este é o mal do nosso país, que se depara com pessoas jovens mas completamente distraídas, porque isto não pode ser um caso de ignorância, nem sequer de estupidez... É apenas um retrato fiel do nosso Portugal, com gente que pura e simplesmente não quer saber, nem está para se maçar com isso...

Enquanto for assim bem podem os Governos queimar as pestanas em prol da mudança que vai tudo pouco menos que por água abaixo... Nem com as Novas Oportunidades esta moça lá ia... É um caso absolutamente perdido.

Lá trouxe os meus dois conjuntos de roupa de cama, feliz por já ter outras alternativas em mente, acerca de onde comprar este tipo de bens. Choca-me que este grupo continue a abrir lojas à maluca em Portugal e a fazer finca pé, como já fez, com o Governo, para abrir mais ainda... Chega de negociatas com os espanhóis que nem sendo um grupo estrangeiro se importam com o cumprimento da lei, e exibem uma adorável plaquinha a dizer que caso o cliente deseje factura deve solicitá-la. Será que estas anomalias não são detectadas pela ASAE , é mesmo preciso andar a chatear os pobres feirantes cm DVDS piratas e outros artigos afins, ou existirão outros interesses que justificam deixar estes peixes grandes à vontade?  Não quero acreditar que a ASAE se deixe corromper... Haja decoro!

sinto-me: A eterna guerra pela factura
música: Juanes - La Paga
publicado por Conventodaalma às 00:21
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 10 de Julho de 2008 às 18:17
não precisa d pedir factura para obrigar a zara a pagar os impostos, pois o talão de compra tem o mesmo efeito para o fisco. a diferença é que se o cliente poder deduzir o valor do iva no irs entao deve pedir a factura com nome morada e nif... caso contrario só vai estar a demorar e criar bichas despropusitadamente... logo que a venda seja registrada no terminal e seja emitido um talão pode ficar descansada que o seu iva nao foi metido ao bolso...
De liliana a 6 de Outubro de 2008 às 22:52
parabens alguem informado e razoavel! obrigado! sim pk a pessoa k escreveu este post....
De jaime gonçalves a 14 de Abril de 2009 às 16:35
Vejo aqui tantas santas ignorâncias, então o talão de venda serve para a ZARA pagar impostos???? eheheheheehehe que bela boca, o talão de compra apenas serve para uma gestão de stock não tem efeitos contabilisticos, nem fiscais, apenas serve para fazer sair o produto da loja.
Para a zara pagar impostos tem obviamente que FACTURAR o produto, tem que sair uma venda a dinheiro numerada, em que está numerada.
Aliás nem sei porque existe tanta controvérsia sobre este assunto. a Lei é clara, a entidade tem que facturar o que vende.
A esta hora está o dono do Grupo Inditex ou como se chama a rir a ler isto.
Alguns portugueses sao mesmo Burros.
De Maria P a 14 de Julho de 2008 às 19:24
Pelo menos a zara e respectivo grupo inditex paga razoavelmente bem aos funcionários!! O que não acontece em muiiiitas outras empresas, portuguesas...
De liliana a 6 de Outubro de 2008 às 22:48
peço desculpa mas esta de todo mal informada(o)!!! nao deveria falar em evasao fiscal sem perceber sequer dakilo k se trata. primeiro, uma grande e bem estruturada empresa como a Inditex, com um dono que é um dos mais ricos do mundo, nao rouba a ninguem! salvaguarda os direitos tanto do cliente como dos colaboradores, paga a horas e da estabilidade, ao contrario de mtas empresas portuguesas que aí andam, e essas sim, sabe-se la o k se passa entre facturas e outras coisas assim.... segundo, o que a zara passa é um recibo com o respectivo numero de contribuinte e legal! se o cliente estiver interessado em usar a compra para fins contabilisticos tem de pedir... tudo isto para lhe dizer que ás vezes mais vale nao falar sem se informar dakilo que está a dizer. contudo existe a liberdade de expressao e parabens, tem bom gosto por comprar na zara home! =)
De j a 9 de Janeiro de 2009 às 20:31
minha cara,

é uma pena que a senhora insulte uma marca e os seus empregados, de ignorantes quando a senhora demonstra ser mais aínda. antes de escrever esta barbaridade acerca de qualquer marca, informe-se primeiro.
uma loja, funciona como venda de retalho, logo o talão é suficientew para o cliente ou financeiramente para ambos os lados. salvo se o cliente for uma empresa e necessite de factura para questões contabilisticas.
a senhora deve um pedido de desculpas à loja e marca bem como aos seus empregados e outras marcas que tenha feito o mesmo.

De Conventodaalma a 14 de Janeiro de 2009 às 13:10
Caros,

Sempre que solicito uma factura ela deve ser-me emitada sem maios quês ou porquês...
Sem argumentos! É um direito meu enquanto consumidor... Não tenho que explicar porque é que a quero... Basta pedir a mesma.
De vocesaounsotarios a 14 de Janeiro de 2009 às 23:07
queres é uma factura de compras pessoais pra por nas contas da tua empresa!!! k é o k todos fazem. otarios!!! e pra gastar papel! importem-se é com a vossa vida, deixem as pessoas trabalhar e engole a factura
De Renata a 4 de Fevereiro de 2009 às 14:43
Olha, esse näo é o mal só de Portugal, nao. Aqui no Brasil, voce quase tem de pedir pelo amor de Deus para te darem a nota fiscal. Vergonha, vergonha.
De ana m. a 10 de Abril de 2009 às 14:10
Poix é... Não posso com tontas que só sabem falar mal do nosso país..!!.... Geralmente são os que não saem daqui... e muito menos conhecem a realidade dos outros paises!!! ..com tontas que axam que já sabem tudo...!!! Minha cara aqui a ignorância é toda sua... pode se dizer que juntamente com a tonta da caixa...!!! Qual das duas a mais tonta... a que axa que sabe.. e n sabe nada ... ou a que assume que n sabe..??? qual a que está pior...?? não.. e o mais lindo é ainda escrever sobre isso..!!! Enfim ... somos um país de tristes mal fodidas!!! Esse é que é o ponto... andam tão mal fodidas que já não sabem o que hão de inventar para fazer!!! Ficam consoladas só em falar mal....
De Ricardo a 16 de Abril de 2009 às 11:17
Parabéns,
a zara home realmente tem artigos fantásticos e sou consumidor e continuarei a ser, com ou sem.
Essa senhora ao pedir factura tem todo o direito, mas parece-me a mim que ela deve de ter é uma empresa de contrução civil e precisa de por a factura da roupa da cama; sabe-se lá porque!!!!!
De marta mendes a 15 de Julho de 2010 às 12:51
se quiser posso enviar-lhe uma serie de marcas e lojas onde comprar roupa de cama de muito melhor qualidade fabricadas em Portuga , nem você, nem eu ,nem a colaboradora da zara,nem as 3 juntas conseguimos fazer nada em relação aos impostos pagos ou não pela index,mas há uma coisa que eu posso fazer, em vez de espanhol comprar português,e ate lhe digo mais, comprar roupa de cama de marca espanhola não tem perdão. Sabia que os espanhóis junto a fronteira compram roupa de casa em Portugal ,porque será? 3 bs.
A minha empresa vende artigo importado de Espanha ,italia,e a maioria por opção portuguesa,infelizmente nao conseguimos viver só com artigo nacional mas estamos no bom caminho, temos cada vez mais criadores nacionais de qualidade e bom preço, tudo o que se vende ao balcão espanhol tem mais reclamação que lucro,são coisas muito bonitas mas não duram nada,porque não tem qualidade, as portuguesas são muito diferentes ,há quem diga não temos muita industria e que estamos a importar por necessidade ,mas o que se faz cá é muito bom,temos pouco ou não..mas BOM,...E SÓ PROCURAR.
mas já aconteceu pedirem me factura só para terem a certeza que descontei daquele artigo e difícil quando artigo custa 0,50E a factura fica-me mais cara que o lucro e nesse momento apetece-me dizer ok,vá ao chinês comprar,que é mais barato,mas não me importo nada, nadinha de passar facturas a toda a hora e minuto e bom sinal para mim e para o cliente,venham elas...a asae existe realmente e faz falta mas não é justo em muitas coisas ,eu já tive uma reclamação no livro em que o cliente estupidamente achava que tinha razão e era de caras que não tinha ele escreveu ,eu defendi a minha empresa ,ganhei a questão, mas gastei dinheiro, dinheiro esse que ninguém vai repor,que ganhei a trabalhar e que gastei por causa da asae ,e por causa de um cidadão estrangeiro que achou que tinha mais direitos que qualquer português. A TODOS TENTEM COMPRAR EM PORTUGUÊS...;)
De Ana Hugo Gomes a 29 de Agosto de 2010 às 19:28
Esta é capaz de ter sido a pior "criticazinha" que já vi. O seu pedantismo estraga qualquer valor escondido nas suas palavras. Acrescento ainda que, para quem apregoa ser contra a ignorância, os seus erros ortográficos deixam muito a desejar.
Há muito espaço para melhorar em Portugal, tal como em qualquer país; eu começo por olhar para mim, e o(a) senhor(a) devia com certeza fazer o mesmo.
Agora estou curiosa quanto à moderação que irá ser dada a este comentário!
De Anónimo a 14 de Julho de 2011 às 16:56
NUNCA VI TANTA GENTE BURRA CONCENTRADA NA MESMA PAGINA!! LEIAM ANTES DE COMENTAR SEJA O QUE FOR!! POR ISSO É QUE PORTUGAL ESTA DESTA FORMA! A QUEM QUEIRA APRENDER, FAÇA O FAVOR DE LER

"Sabia que ao pedir factura quando faz alguma compra ou paga um serviço está a contribuir para que os impostos sejam efectivamente recolhidos?


Pedir factura não custa nada e faz com que haja mais justiça fiscal

Isso permite que haja mais igualdade e justiça social. Mais imposto cobrado gera um aumento das receitas. Se os prestadores de serviços contribuirem com as suas obrigações fiscais, menos os consumidores finais pagarão de impostos. Numa altura em que Portugal precisa urgentemente de consolidar as suas finanças públicas, solicitar a factura em todos os estabelecimentos comerciais e depois de qualquer serviço prestado, significa, em última análise, contribuir para a redução do défice.

A maioria das pessoas não pede a factura de despesas que não possa deduzir no IRS, por pensar que tal gesto não lhes trará qualquer vantagem directa. No entanto, esquecem-se que assim quem não emite factura tem mais probabilidade de omitir a totalidade dos seus rendimentos. Logo, pedir factura, é o primeiro passo para que exista maior equidade fiscal.

Lembre-se que se cada vez que for ao restaurante, ao posto de combustível, ao mecânico, ao cabeleireiro, ao supermercado, a uma loja de roupa e por aí fora, os rendimentos que advêm das suas compras mais facilmente serão tributados."

"O engodo do médico é levar o paciente a não pedir recibo bonificando-o com uma fracção do valor que o próprio médico teria de entregar ao Estado. Ou seja, o Médico prefere não lhe cobrar, por exemplo, 20 € do que fazê-lo e obrigar-se automaticamente a entregar 40€ de imposto ao Estado. Ganha o cliente 20 € e ganha ele a diferença entre o que iria pagar ao estado e o desconto que faz ao cliente. Então o cliente não deve pedir recibo, certo? Errado!
Muito dificilmente a opção de não pedir recibo será vantajosa para o cliente.
Suponhamos que a consulta custa, com recibo, 100€ e custa, sem recibo, 80€.
Sempre são menos 20€ pensará o leitor. Pense de novo, se pedir o recibo e entregar para dedução a despesa de saúde no IRS poderá receber 30% do valor pago, ou seja, 30€. A conta do médico ter-lhe-ia ficado em 70€, menos do que na opção de não pedir recibo." "Já pedir factura num restaurante, no supermercado ou no cabeleireiro tem como principal incentivo a perspectiva mais difusa de dificultar aos outros o incumprimento das obrigações fiscais deles. Um incentivo, que se lhe juntarmos algum prejuízo em tempo e em pressão social invertida – os faltosos por vezes conseguem ser muito mal educados para quem pede a factura – revela-se muito pouco atraente para muitos concidadãos."
De Nice a 31 de Dezembro de 2011 às 01:56
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ou não querer saber que se faz a diferença! Eu agora peço facturas e ando a tentar comprar made in Portugal! Portugal precisa destas ajudas. :) :)

Comentar post

pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags