mais sobre mim


Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008
Em menos de nada...

 

Começa a corrida à presidência dos Estados Unidos. Tal como o mal de todas as nações, o mal dos Estados Unidos são os americanos. Lugar comum, eu sei! Mas que dizer de um povo que reelege George W. Bush para Presidente?

Pela primeira vez um cidadão negro e uma cidadã do sexo feminino podem vir a ser eleitos para o cargo de Presidente dos Estados Unidos, o único se não é que só um poderá ficar com o cargo. O tradicional e conservador eleitorado americano permanece dividido entre Republicanos e Democratas, mas desta feita "invulgarmente" representados.

Só em Novembro teremos Bush fora da cadeira, mas para quem já esperou estes anos todos... Mais uns 11 meses não será nada de mais. O processo eleitoral americano é longo, como já sabemos, e começa pelas primárias com a votação de cada Estado, e pelo acumulado da soma das votações de todos os Estados vamos saber quem são os dois candidatos que vão às urnas, para poderem ser eleitos Presidente.

Obana é de cor, Hillary (Democrata) é a esposa de um dos mais "adorados" ex-Presidentes americanos, Bill Clinton, e por fim temos Rudy Guiianni (Republicano) cujo nome se tornou internacionalmente conhecido por seu o Mayor (Presidente Câmara) de Nova Iorque pela altura dos atentados de 11 de Setembro. Hillary e Giuliani não contam com a previsível invencibilidade que se antevia, e Obana promete. Não sei se no momento concreto de votar os cidadãos estarão tão despidos de preconceitos rácicos quanto têm vindo a mostrar, mas se estiverem poderá ser um momento de viragem histórica. A ver vamos... Até lá teremos mais do mesmo, Bush e as suas preferências bélicas por inimigos imaginários, já que o Iraque não teve nada a ver com o 11 de Setembro.

Existem outros candidatos, à derrota... Mitt Romney, por exemplo, com a sua figura de actor de Hollywood e a sua fortuna pessoal, Huckabee que aparece agora como um possível peso pesado nestas eleições, mostrando que nem só o dinheiro leva o Homem à corrida Presidencial americana, sendo ele mesmo um ex-pastor religioso que chamou à atenção dos ambientalistas ao dizer que o aquecimento global é uma questão moral e requer o dever bíblico de responsabilização do Homem pelo acto de salvar o mundo (chegou recentemente à capa do New York Times, o que quer dizer mais que muito), e ainda Ron Paul que granjeou apoio entre os jovens, fazendo uma recolha de fundos espectacular através da internet, apregoando estar contra a política imperialista externa dos estados Unidos.

Cada um que escolha o seu, apesar de por vezes achar que nem os próprios cidadãos americanos sabem por onde começar a "eliminar" possíveis Presidentes dispensáveis, como foi o caso de Bush, que será neste momento, para muitos o mais detestado Presidente de sempre, dos Estados Unidos da América.

 

sinto-me: Prevejo alguma animação...
música: A música dos camiões das campanhas
publicado por Conventodaalma às 20:52
link do post | comentar | favorito
|
pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags