mais sobre mim


Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007
Afinal não somos uma nação de abortadeiras

 

 

Para sossego dos senhores que já advogavam a extinção da espécie Humana graças à despenalização da interrupção voluntária da gravidez IVG ) até às dez semanas em Portugal, parece que somos mesmo uma nação de parideiras!

300 abortos no primeiros mês... Bem menos do que esperavam, não é? Não me venham com a conversa de que foram menos 300 que nasceram devido à nova lei, acreditem ou não, se calhar foram menos umas quantas mulheres que não morreram ou que não ficaram estéreis! Mas nunca, jámais , seriam mais 300 portugueses. Convençam-se disso.

Pelos vistos somos bem mais responsáveis do que nos julgamos, e bem mais pró bebé. Deve ser a música dos Da Weasel que anda a inspirar a malta toda, de todas as idades (desde que em idade fértil lololololololol ), com o seu uh uh , ah ah, faz faz, bebé".

Se calhar, como nos conheço, o número nem vai crescer muito mais que isto, se é que não baixa, com o fim dos tabus e da penalização da interrupção voluntária da gravidez até às dez semana. Quase que dá vontade de dizer, usando as palavras de alguém que por natureza clubista detesto: "há que encarar isto com tranquilidade". Ao que parece, os advogados no não estavam a fazer uma tempestade num copo de shot , sim, que para ser num copo de água o número de abortos praticados depois da despenalização da IVG teria que ser no mínimo igual, ou superior ao previsto.

Quem é tinha razão? O Veneno! Digam lá agora só os adeptos do não à IVG : quem tinha razão era o Puro Veneno. Nem imaginam o quanto fico feliz com os números divulgados, mas mais que tudo, pelo fim da banalização da mulher, pelo fim da vergonha e da humilhação, pelo bem que que é a despenalização da IVG até às 10 semanas.

sinto-me: Para os do não!
música: Diana Ross - Baby Love
publicado por Conventodaalma às 19:09
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Brama a 18 de Agosto de 2007 às 18:10
Concordo perfeitamente com tudo o que aqui está e gostei bastante do texto ... parabéns por pôr as coisas desta forma crua, bem humorada e honesta.
De Mariana a 19 de Agosto de 2007 às 11:22
Li com desgosto.
Palavras fúteis ligeiras baratas, sobre a qualidade da vida humana. Palavras de quem nunca passou por isso...
O seu "fim da banalização da mulher" significa a morte de crianças, egoísmo, fuga à responsabilidade .
Vc acha que só se fizeram 300 abortos em Portugal?
Deixe-se de histórias e de falsas morais. 300 são as que não tiveram vergonha de se mostrar!
A sua vitória " é apenas e só, que na contabilidade do Estado é mais importante gastar no aborto do que responsabilizar-se na educação na saúde e no apoio social.
Significa que enquanto mulher, muitas mulheres continuarão a sacrificar-se pela vontade do marido, pela prestação da casa, do carro, do frigorífico. A desfazerem-se pelo equilíbrio egoísta das suas famílias e pela incompetência destes políticos.
Passe bem.
De Dark a 19 de Agosto de 2007 às 20:00
E entende 'sacrifício pelo marido' em que contexto?! Pelo seu post, bem se vê que vive num universo muito pequenino! Se fosse possível os homens engravidarem, imagine quantos deles eram a favor do aborto? Já se questionou sobre isso? Se desconhece a situação de perto, já alguma vez se questionou como seria a realidade se fosse tudo a contrário?! É um assunto muito delicado e que deixa marcas irreversíveis na mulher. A decisão é sempre extremamente difícil e, na maioria das vezes, é tomada sob pressão e em desespero. Todas as portas se fecham...Portanto, o discurso que tem só revela que é ignorante e que revela muito desprezo pelo próximo!!!! E entende que ter qualidade de vida é o quê? Nascer, pura e simplesmente?! Será para 'contribuir' para aquele lema católico do gerar vida, blá, blá...?!
De Catia a 19 de Agosto de 2007 às 14:52
Só msm uma mente em fase de crescimento se lembra de tais palavras. com um país envelhecido nao so de mentalidades mas tb pela baixa taxa de natalidade. pois é se calhar o icentivo a natalidade poderia ser bem mais produtivo. qq das maneiras explica-m la pq q uma mulher q decide abortar, tem direito ou consciencia de um dia ter um filho nos braços? é a decadencia da humanidade. tao pouco valor se da à vida. se esta lei tivesse sido aprovada ha uns anos talvez agora nao se ouvisse tantas babuzeiras de certas bocas..... e ao contrario do que pensas, não é uma quebra de tabus ou de mentalidades ultrapassadas. uma mulher q em suas plenas capacidades mentais e fisicas decide fzr um aborto nunca mais devia poder engravidar. se nao o quis agr pq q vai queres daqui a uns tempos? dá mais jeito?
De Maria a 19 de Agosto de 2007 às 15:52
Concordo com este post. Sou mulher e votei SIM no referendo. É pena que mulheres como a «Cátia», que aqui deixou o seu comentário, continuem a escrever e a defender atrocidades como aquela de que a mulher que já fez um aborto não deveria poder engravidar ... se agora não dá jeito, mais tarde também já não devia dar ... Acho que é um pensamento tão pequenino, mesquinho e inqualificável que é triste ser uma mulher (se é que o é mesmo) a pensar desta forma...

Agora, mais do que controlar o número de abortos que se fazem por mês, é importante controlar os médicos objectores de consciência. No hospital público da minha cidade, todos são objectores ... mas nos consultórios privados ou em clínicas em Badajoz, os mesmos médicos já não têm problemas de consciência!!! Que engraçado!!! É uma vergonha e é necessário controlar e desmascarar estas situações.
De Dark a 19 de Agosto de 2007 às 19:50
De facto, comentários como os da Cátia e da Mariana só revelam o quão pequeninas algumas mentes ainda são...Ou melhor, tenho a impressão que pessoas que têm este tipo de discurso vivem atormentadas com dramas pessoais e com 'fantasmas' que insistem em fazer reviver nas suas vidas... Não existe maior hipocrisia do que se defender algo que faz parte de uma decisão e de uma escolha pessoal.. Sim, uma decisão que implica, na maioria dos casos, muito sofrimento e muita dor! As mesmas pessoas que condenam e se insurgem contra determinada realidade são as mesmas que, noutro contexto, mais 'prevaricam'...Pura hipocrisia! Mais: falam do que não sabem e 'bradam' aos sete ventos por aquilo que desconhecem! Puro Veneno, os meus parabéns por assumires a tua posição publicamente!

Comentar post

pesquisar
 
posts recentes

Souvenir do tempo da II G...

Falha Grave do Monstrengo...

Entidades empregadores ch...

Pingo Doce: com menos de ...

Foi há 35 anos que o Rei ...

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
23
24
25
26
27
28
30
31
comentários recentes
E estamos tão perto da final !! Entre França e Esp...
já vi que tens um blog para lavar a roupa suja do ...
EU QUERO CONTRIBUIR COM 15.000 LTS DE GASOLINA!! A...
Alguém que sabe o que fala! Não é não preocupando ...
Realmente, eu sou sincero, estou farto, estou fart...
Posts mais comentados
subscrever feeds
tags

todas as tags